Livraria Cultura

20 outubro 2011

Viver com ética também conduz ao Reino de Deus
Os indígenas norte-americanos reuniram-se e elaboraram um preceito único: o código de ética. Esse Conselho Indígena – composto pelas tribos Cherokee Blackfoot, Cherokee, Lumbee Tribe, Comanche, Mohawak, Willow Cree, Plains Cree, Tuscarora, Sicangu Lakota Sioux, Crow (Montana) e Northern Cheyenne (Montana) – assim formulou o Código de Postura Universal deles:
1-Levante com o Sol para orar. Ore sozinho. Ore com frequência. O Grande Espírito o escutará, se você ao menos falar.
2- Seja tolerante com aqueles que estão perdidos no caminho. A ignorância, o convencimento, a raiva, o ciúme e a avareza originam-se de uma alma perdida. Ore para que eles encontrem o caminho do Grande Espírito.
3- Procure conhecer-se, por si mesmo. Não permita que outros façam seu caminho por você. É sua estrada, e somente sua. Outros podem andar ao seu lado, mas ninguém pode andar por você.
4- Trate os convidados em seu lar com muita consideração. Sirva-lhes o melhor alimento, a melhor cama e trate-os com respeito e honra.
5- Não tome o que não é seu. Seja de uma pessoa, da comunidade, da Natureza, ou da cultura. Se não lhe foi dado, não é seu.
6- Respeite todas as coisas que foram colocadas sobre a Terra. Sejam elas pessoas, plantas ou animais.
7- Respeite os pensamentos, desejos e palavras das pessoas. Nunca interrompa os outros nem os ridicularize, nem rudemente os imite. Permita a cada pessoa o direito de expressão pessoal.
8- Nunca fale dos outros de maneira má. A energia negativa que você coloca para fora no Universo voltará multiplicada a você.
9- Todas as pessoas cometem erros. E todos os erros podem ser perdoados.
10- Pensamentos maus causam doenças na mente, no corpo e no espírito. Pratique o otimismo.
11- A Natureza não é para nós; ela é uma parte de nós. Toda a Natureza faz parte da nossa Família Terrenal.
12- As crianças são as sementes do nosso futuro. Plante amor nos seus corações e regue-o com sabedoria e lições de vida. Quando forem crescidas, dê-lhes espaço para que cresçam.
13- Evite machucar o coração das pessoas. O veneno da dor causada aos outros retornará a você.
14- Seja sincero e verdadeiro em todas as situações. A honestidade é o grande teste para a nossa herança do Universo.
15- Mantenha-se equilibrado. Seu corpo espiritual, seu corpo mental, seu corpo emocional e seu corpo físico, todos necessitam ser fortes, puros e saudáveis. Trabalhe o seu corpo físico para fortalecer o seu corpo mental. Enriqueça o seu corpo espiritual para curar o seu corpo emocional.
16- Tome decisões conscientes de como você será e reagirá. Seja responsável por suas próprias ações.
17- Respeite a privacidade e o espaço pessoal dos outros. Não toque nas propriedades de outras pessoas, especialmente objetos religiosos e sagrados. Isso é proibido.
18- Comece sendo verdadeiro consigo mesmo. Se você não puder nutrir e ajudar a si mesmo, você não poderá nutrir e ajudar os outros.
19- Respeite outras crenças religiosas. Não force suas crenças aos outros.
20- Compartilhe sua boa fortuna com os outros. Participe com caridade.

Dez itens para ser vencedor.

Em alguns cursos superiores, estuda-se a disciplina “Planejamento Estratégico” na qual é questionado: “Aonde você quer chegar? E que é preciso fazer para alcançar o objetivo?”. Que é que você planeja para o futuro? Muitos objetivam tornarem-se vencedores, mas que tipo de “vencedor”? Aquele que “atropela” e apela para chegar lá? Vencer com sentimento de vingança? Vencer a pobreza e acumular fortunas? Há várias formas de ser um “vencedor”.
Um dos pilotos que lançou a bomba atômica no Japão sentiu-se vitorioso no momento em que ela explodiu, mas contam que ele passo o resto de sua vida amargamente arrependido.
1. Vencer a si mesmo
O imperador romano Marco Aurélio disse: “Domina-te”.
Como pode sentir-se vencedor quem não consegue dominar a si próprio?
Ninguém nasceu fumando, porém, alguns dizem que não conseguem parar de fumar. Ninguém nasceu bebendo, mas alguns não conseguem deixar a bebida. Ninguém nasceu com barra de chumbo no corpo, no entanto, alguns não conseguem se levantar na hora em que o despertador toca de manhã.
Muitos esportistas perderam títulos porque não souberam vencer a sua própria ansiedade. No campeonato de Formula 1, viu-se o grande favorito Lewis Hamilton cometer erros nas ultimas provas que não cometeu ao longo do campeonato. Nem sempre as coisas são direcionadas para o lado planejado. Quando a ansiedade é grande ou é forte o medo, passam a agir como verdadeiros inimigos nossos.
O Mestre explica que o consciente corresponde ao cavaleiro, e que o subconsciente, ao cavalo. É o consciente que precisa manter firme as rédeas, para o cavalo não disparar. E, na vida prática, que fazer para conseguir autodomínio?
No livro A Humanidade é Isenta do Pecado, consta: “O eu que domina a matéria é o Eu Verdadeiro, e o eu que é dominado pela matéria é o eu falso”.
Aqui está uma grande vitória! Quando somos dominados pela matéria, temporariamente nos sentimos satisfeitos, mas, depois, manifesta-se o sentimento de culpa, seja pela paixão sexual ou pela gula.
Que fazer par que prevaleça cada vez mais o Eu Verdadeiro?
A resposta encontra-se em vivenciar os três itens das “Práticas Espirituais”:
a) Meditação Shinsokan;
b) Leitura das sutras sagradas e de livros sagrados;
c) Manifestação de atos de caridade.

2. Ser querido por todos.
Andrew Carnegie, em um artigo, citou como estavam profissionalmente alguns colegas da faculdade, depois de algum tempo. Aquele que se tornou um grande vencedor não foi aquele que tirava as melhores notas, mas o que era amigo de todos e que simplificava o relacionamento entre as pessoas. O preletor brasileiro Kazuo Sakita Junior – responsável pela parte doutrinária da Espanha e de Portugal – é um exemplo. Seu apelido é Mr. Smile (sr. Sorriso) pela simpatia que irradia, por dirigir-se ás pessoas sempre com alegre sorriso.
Para se tornar querida por todos e conquistar novos e bons amigos, a pessoa precisa estar sempre disposta a ser útil aos outros, em vez de viver pensando somente em benefício próprio.
3. Não se acomodar.
“Aproveitar cada minuto de sua vida.” Essa frase passou a ser um slogan para mim, a partir do momento em que li o livroDinamize sua Capacidade. Na época, estava cursando a faculdade e voltava da escola entre meia-noite e meia e uma hora. Acordava ás seis horas para ir trabalhar e, devido á falta de tempo para ler mais, gravei o livro e ouvia a gravação ao dormir.
Os acomodados, na verdade, agem como egoístas ao quererm que os outros resolvam seus problemas. Cada um deve “carregar a cruz” – não no sentido de sofrer, mas de se dedicar para resolver seu próprio problema. São esses que, além de não praticar, ainda dizem “Reze por mim”.
Há pessoas que estão num grau de comodismo tão acentuado que causam aborrecimento aos que querem ajuda-las: são os “colecionadores de orientação”. Chico Xavier também perdeu a paciência com essas pessoas acomodadas, quando disse: “Muitos ficam na expectativa do socorro do Alto, mas não querem nada com esforço de renovação; querem que os espíritos se intrometam na sua vida e resolvam seus problemas...”.
4. Perseverança
Um dirigente comentou: “Há gente que tem inveja daqueles que conseguiram êvito na vida, mas não sabe o quanto eles se esforçaram para chegar ali.”
Diz que o bambu chinês depois de plantado, fica tão diminuto durante cinco anos que se vê apenas um pequenino broto. Mas nesse período de cinco anos, ele cresce para baixo, cuja raiz se desenvolve vertical e horizontalmente. Após esses cinco anos, começa seu grande crescimento, chegando á altura de 25 metros.
O bambu chinês no ensina a agir com base, sem fogo de palha e perseverar.
Não espere resultado de imediato, mas continue a persistir numa base sólida e bem firme. Dê sequência ao que iniciou. Aquele que se desanima por qualquer coisa não poderá se tornar vencedor. A grande diferença entre quem chegou até o final e venceu e quem iniciou junto mas colheu como gruto a derrota, é a perseverança.
5. Autoconfiança.
Incompetente é aquele que não está preparado para competir. Se não está preparado para competir, que se prepare, como fazem os vencedores. Há uma grasse que meu pai me disse uma vez e que ficou bem gravada na minha mente: “Se você empata com seu colega e ambos treinam duas horas por dia, então você deve treinar quatro horas; mas, se ele estiver treinando quatro horas, então você deve treinar oitro horas por dia. Só assim você o superará.”
Aquele que treina mais do que os demais adquire mais autoconfiança, ou seja, confia no seu desempenho.
Confiar no outro e não confiar em si é não compreender a Verdade “eu sou também filho de Deus”; é não compreender que Deus jamais criou uma vida imperfeita. É não compreender que tudo depende daquele que se dedica mais. Esforçar-se sempre treinar, treinar é o caminho.
6. Não fugir das responsabilidades.
O medroso, o covarde, o indeciso... Acabam ficando para trás. Quem tem pena de si próprio não chega a lugar nenhum.“Enfrentar a mentira com a verdade, enfrentai a treva com a luz” ensina a Sutra Sagrada Chuva de Néctar da Verdade.
Responsabilidade vem do vocábulo “responsável”, o verbo “responder”, do latim repondere; isto significa que temos que responder pelo que fizemos e pelo que evitamos fazer por comodismo. No livro A Verdade da Vida, volume 9, o grande espírito Veterini transmitiu as leis espirituais ao se. Corneille através da médium Reine. E explicou que os espíritos ao retornarem para o mundo espiritual, são orientados e questionados por espíritos bem mais elevados, com o objetivo de fazê-los compreender e assumir a responsabilidade sobre a etapa na Terra.
Os egoístas que não querem assumir responsabilidade em prol de causa dobre terão um dia que aprender a manifestar amor; e não for nesta, será nas próximas encarnações. Não se trata de castigo de Deus, mas de objetivo da vida: á medida que o ser humano vai evoluindo espiritualmente, passa a diminuir o egocentrismo e passa a aumentar o amor ao próximo.
7. Não fixar a mente em fracasso.
Kimura, conforme mencionado no início do livro, não ficou lamentando derrotas, mas pôs um objetivo para si: “Vou tornar-me vencendor”. Todos os grandes vencedores assim procederam: Thomas Edison, Lincoln, Ayrton Senna etc.
Passado é passado, por isso, deve-se voltar a mente para o agora, e não ficar lamentando o que não deu certo. Chorar “o leite derramado” não irá resolver o problema.
Numa noite de 1914, o laboratório de Thomas Edison, que valia mais de US$ 2 milhões na época e não estava no seguro, começou a se incendiar. Seu filho Charles procurou pelo pais, pois este trabalhava sempre até altas horas da noite. Ficou aliviado ao vê-lo salto, mas triste de ver o pai, com 67 anos, perder tudo. Mas foi Edison quem consolou o filho dizendo: “Existe um grande valor num desastre como este. Todos os nossos erros são queimados. Graças a Deus, podemos começar tudo de novo”.
Deve ter sido uma purificação realmente, pois o toca-discos que ele não conseguira produzir em três anos, conseguiu inventá-lo três semanas após o incêncio.
8. Saber ouvir- Humildade
Aqueles que, ao se tornarem ricos ou famosos, deixam de cumprimentar ou ouvir os colegas e amigos, começam a trilhar o caminho da decadência. “O bambu quanto mais alto cresce, mais baixo se curva”, diz um provérbio chinês.
Quando a pessoa é arrogante, todos a evitam, pois um conselho, que poderia ajuda-la muito, é rejeitado.
Uma repórter perguntou ao sr. Honda, então diretor-presidente da empresa, como ele havia chegado a essa posição. Ele respondeu: “Perguntando. Sempre que eu não sabia, perguntava”.
9. Cuidado com os elogios
O elogio deixa o ego feliz, mas é perigoso para quem fica orgulhoso pelo êxito alcançado. É preciso manter o “pé no chão” e continuar a aprimorar-se cada vez mais.
Ás vezes ouvimos que deu “zebra” em determinado jogo. Quando a equipe favorita perde para um time fraco, é porque seus jogadores entraram em campo ou quadra com pensamento arrogante e desconcentrado.
Essa lição deve ser assimilada por todos, pois, quando se perde a humildade, porde-se também a força que nos conduz á vitória. Tudo que formos fazer, mesmo que seja pela centésima vez, merece a nossa concentração e seriedade como se fosse a primeira vez.
10. A busca pela excelência
O perfeccionista normalmente sofre consigo mesmo, por não admitir o próprio erro. O acomodado vive autopunindo-se por não fazer o que deve ser feito. Nem tanto ao mar, nem tanto á terra; não seja escravo da vitória nem pessimista por casa de algo que não deu certo.
Vencer com o objetivo de buscar o autoaprimoramento, e não com o desejo de saborear a derrota do outro. Quando se busca a vitória para satisfação do ego, esta não nos conduz á evolução espiritual. E, se pensarmos que está excelente o que fizemos, poderemos cair no comodismo.
É admirável a vitória alcançada pela preletora Alaíde Rodrigez da Silva, de Recife- PE. Ela conheceu a Seicho-No-Ie aos 54 anos e, lendo O Livro dos Jovens, idealizou um grande sonho. Iniciou um curso de alfabetização aos 67 anos, tomava duas conduções para ir á escola (voltava ás 23h30 em casa). Acordava ás 3h para fazer a Meditação Shinsokan e a oração aos antepassados, e ainda colaborava como preletora. Continuou os estudos e terminou o curso de Pedagogia na Faculdade, aos 78 anos!
Se ninguém o incentiva, faça-o você mesmo. Se Karl Menninger colocou no seu livro o título O Homem Contra Si Próprio, o mestre Massaharu Taniguchi escreveu o livro Você Pode Curar a Si Mesmo. Então, você pode incentivar a si mesmo, sem esperar que o incentivo venha de outra pessoa.
Avante!